2022-07-01 – Reportagem da 18ª Concentração do Moto Club Serra do Gerês (texto, fotos e video)

18ª Concentração Moto Club Serra do Gerês

1 a 3 de Julho – Campo do Gerês

Estranhe-se ou não, apesar de andar de Norte a Sul, Este a Oeste, esta era uma das regiões do país que eu ainda não conhecia. Depois de alguns anos em que me foi impossível aceitar o convite da Organização, este ano – e felizmente – calhou!

Estava curioso para confirmar se o que sempre ouvi dizer desta Festa e desta região era verdadeiro. E era mesmo!

Desde as paisagens, o verde, as várias quedas de águas pelos caminhos até á calma e ar puro que se respira nesta zona. Obviamente que não é apenas num fim de semana que se fica a conhecer o Gerês, mas, fica-se com muita vontade de lá voltar!

O espaço da festa fica junto ao museu de Vilarinho das Furnas e tirando o pó é um espaço acolhedor para tudo; acampamento (em 3 locais distintos, 2 deles com sombra todo o dia), refeições á sombra, sanitários com condições (em dois espaços), espaço para feira e bares e um palco. Um espaço acolhedor e tem condições para tudo. Ali sentimo-nos bem!

O tempo ajudou a que – entre outras curiosidades – tivessem “evaporado” quase duas centenas (sim, leram bem, DUAS CENTENAS!) de barris de cerveja! Calor de dia, fresco á noite e na madrugada de domingo, alguma chuva para assentar o pó e lavar as motas.

Ponto bastante positivo, as refeições. Ninguém – que eu me apercebesse – passou fome e o menu andou pelo porco no espeto, massa á lavrador, frango de churrasco e vitela na brasa. Ah e sem esquecer a sopa feita no pote que caiu quem nem ginjas na madrugada de domingo.

Ponto menos positivo, a lesão sofrida pelo Presidente Costa aquando das montagens finais do espaço. Mesmo assim e apesar das dores, ele esteve sempre por ali a receber os amigos!

Obviamente que muitos amigos passaram quase mais tempo a (re)descobrir a região do que na festa, mas, a animação foi convidativa. Na sexta feira tocaram os Wave Flow e – pelo menos a mim – convenceram-me com um enérgico concerto! Podem não ter convencido alguns dos presentes que esperavam uma banda de covers e ouviram excelentes originais mas estes três rapazes deram tudo em palco e apesar de o sistema de som ser excelente mas faltar ali “qualquer coisa” – facto que marcou o fim de semana em palco – foi um bom concerto! A propósito do som, fez lembrar uma pessoa que compra um super desportivo mas que depois não tem “kit de unhas” para o conduzir a sério…

Seguiram-se os Renegados do Ritmo que eu já não via há algum tempo e, apesar da perca que sofreram, deram mais um grande concerto. A Vanessa continua a ser um “animal” de palco que não deixa ninguém parado! Cada vez melhores de ouvir!

Pelo meio, os shows de strip e a noite gelada a terminar a altas horas.

A manhã de sábado foi inteiramente passada num passeio que, apesar de ter sido algo extenso, foi extremamente agradável e fez-nos conhecer algumas das bonitas paisagens da região. O passeio incluiu uma simples cerimónia de bênção no santuário de São Bento da Porta Aberta, uma paragem na vila do Gerês, ar puro e bonitas paisagens!

A tarde foi de conversas e reencontros, bike wash e até de algumas sestas á sombra. Depois do jantar, tocaram os Memórias Band e com uma excelente reação do público! Músicas antigas bem tocadas e pronto! Pelo meio, a entrega dos prémios com a casa a abarrotar e os strips. A fechar a noite, The Dixie Boys e a sensação de recuarmos no tempo até aos anos 50 do século passado com um rockabilly á moda antiga. Francamente, gostei deste trio! Pena a Equipa Técnica de Som não ter estado á altura de uma banda destas, mas, mesmo assim deu gosto ouvir e curtir!  A noite terminou a altas horas.

A chuva que caiu de madrugada provocou a debandada de 95% dos presentes bem cedo no domingo, mas a festa estava feita!

Foi um fim de semana que me deixou de coração cheio e espirito “purificado”! Foi bom conhecer novos Grupos/Motoclubes e rever amigos de longa data neste fim de semana. Foi fantástico estar sempre acompanhado pela bonita paisagem circundante e foi muito bom sentir este acolhimento transmontano!

Muito haveria ainda para dizer mas resta-me agradecer á Organização pelo convite e por me darem – finalmente – a oportunidade de conhecer uma bonita região do país e uma Festa Motociclista em que se está muito bem!

E, claro, confirmo que “Quem vem ao Gerês, volta sempre outra vez”!

Texto e fotos

Raul Gomes

Motard FM 2022

Parcerias

  • Partilhar

    Share on facebook
    Facebook
    Share on email
    Email
    Share on print
    Imprimir

    O nosso website utiliza cookies para melhorar a tua experiência