2024-05-31 – Reportagem do 2º Azores Moto Fest – Santa Maria, Açores

Azores Moto Fest II – Santa Maria, Açores

30 de Maio a 2 de Junho

Aviso desde já que, esta vai ser uma das mais curtas reportagens que escrevi (ou não…).

8 anos após a primeira edição do Azores Moto Fest e 6 após o aniversário, estivemos de regresso á Ilha do Sol para animar e reportar o que, basicamente, foi um fim de semana no Paraíso e uma Festa Motociclista simplesmente pura!

Não vou especificar tudo o que aconteceu nestes 3 dias e meio mas, apenas escreverei que, esta ilha, esta festa e estas gentes possuem algo que já não se vê em muitos lados; Beleza natural em cada recanto (a ilha), despretensiosa (a festa) e uma enorme humildade, simplicidade, carinho e uma vontade férrea de bem receber (as gentes)! Ali sentimo-nos tão acarinhados, sejamos apenas participantes ou sejamos artistas. Ali vi, no domingo, lágrimas na despedida dos elementos da organização e dos motociclistas que se preparavam para ir até ao aeroporto no domingo…

Convém referir que, nesta edição, estiveram menos motociclistas das outras ilhas, devido ao cancelamento dos barcos entre ilhas mas, o número de participantes vindos do continente, aumentou bastante. Recordo que em 2016, os únicos continentais presentes na primeira festa, contavam-se pelos dedos de duas mãos (e ainda sobravam dedos….). Desta vez, a casa esteve cheia.

Atendendo á logística de uma festa como esta, louvo o Clube Motard Santa Maria (CMSM) pela perfeita gestão de tudo. É uma realidade diferente daqui do continente em que, basta agarrarmos nas nossas motas, gasolina e lá vamos fazer 400 ou mais quilómetros num fim de semana. Ali dá-se valor aos ínfimos pormenores e aos motards e toda a gente que ali vem passar um fim de semana de festa. Desde as bandas aos dançarinos de strip tease, somos todos tão respeitados e acarinhados, além de, vermos o nosso trabalho ou arte reconhecida a sério… Por exemplo, no meu caso particular, como animador e “espécie de DJ” senti-me um artista de topo na noite de quinta-feira. É tão bom quando temos oportunidade de “puxar” e animar uma tenda enorme e cheia de motociclistas e não-motociclistas e não nos sentimos uma “peça de decoração” em palco… Isto foi o que, eu e as bandas, sentimos nestas noites e, acreditem, dá MUITO gosto!

O espaço continua a ser uma maravilha para acampar e para os sentidos. Relva, sombras e a praia de aguas claras a 50 metros do local da festa. Ali pode-se relaxar junto da tenda a olhar o mar… ali pode-se esquecer os problemas da vida por 3 dias… ali respiramos calma e tranquilidade… ali, se nos apetecer, podemos agarrar na mota ou no carro e descobrir belezas naturais em cada cantinho…. ali não somos olhados de lado pelos habitantes… ali, estamos em casa!   

Com todos estes detalhes, não me confundam com uma agência de viagens mas, o que é bonito tem que ser mostrado.  

Tivemos comida muito bem feita e onde vimos alguns dos pratos típicos da ilha; bife de atum, sopa de peixe, caldo tradicional de carne e ate rissóis de atum. Para quem não gostasse, tinha sempre á disposição alguns restaurantes.

Como nem sempre se percebe, uma festa deste tipo, traz monumentais benefícios á economia local e aqui não foi excepção! Desde hotéis, a carros e motas de aluguer, restaurantes, o fim de semana fez as finanças “mexerem” ali.

Eu escrevia mais mas, aconselho vivamente a verem o vídeo resumo ou as fotos para ficarem com uma pequena ideia do que foi o Azores Moto Fest. O espaço, as pessoas, as bandas e todos os pormenores.

Termino apenas com uma informação. No ano que vem, esta festa vai ser organizada pelo Moto Clube Ilha Azul, no Faial e, aparentemente, será no fim de semana de 5 de Junho. Estejam atentos!

Muito obrigado ao CMSM pelo convite para regressar á Ilha do Sol e obrigado por esta grande – e pura – Festa Motociclista.

Obrigado pelos grandes espectaculos, Paulo Martinho, Brutuus Eventos, banda Boca Doce, Urze, Rockklassics, 69 Graus e os DJ’s que também passaram pelo palco. Foram enormes!

Obrigado á Equipa do CMSM – sem especificar nomes para não correr o risco de deixar algum nome para trás – aos responsáveis pelo som por todo o apoio e a todos os que, estiveram ali nestes dias.

Até breve.

Texto

Raul Gomes / Motard FM

Parcerias

Lusomotos

Publicidade

Partilhar

Facebook
Email
Imprimir

O nosso website utiliza cookies para melhorar a tua experiência